Notícias

Geral

Homem é resgatado após ficar cerca de sete horas preso em buraco perto de estação de trem em Canoas

22/05/2019 02:05:21

Um homem de 60 anos passou por um susto entre a noite e a madrugada desta quarta-feira (22) em Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Alderi Klein havia saído de um hospital, onde visitou a esposa que está internada, e ia para casa, quando caiu em um buraco de cerca de dois metros de profundidade perto de uma estação de trem. Até o resgate, ele ficou preso por aproximadamente sete horas.

Alderi foi levado ao Hospital de Pronto-Socorro de Canoas, e passa bem. Por volta das 11h, ele já estava em casa, acompanhado do cunhado Silvano Manoel Ribeiro de Oliveira, que ajudou no resgate.

"Ele pegou um ônibus do hospital ao trem, e decidiu caminhar um pouco na beirada dos trilhos, quando acabou caindo. Ele não conhece a região", conta. "Eu me preocupei, porque ele tinha saído do hospital e não dava retorno. Então eu liguei pelas 20h30 para ele, e ele disse que tinha caído num buraco e me pediu socorro", relata.

Assim que soube do acidente, Silvano ligou para o Corpo de Bombeiros e também se deslocou até a estação de trem mais próxima do hospital onde a esposa de Alderi está internada. Mas o idoso não sabia dizer onde ficava o buraco. Na Estação São Luis, ele não estava.

"Chegamos lá e nos encontramos com os bombeiros, guardas municipais, seguranças da Trensurb, e decidimos qual a melhor forma para procurar. Foi um grupo para cada lado da estação, e ele [Alderi] ficava falando pelo celular com a gente", lembra.

Até que, depois de cerca de cinco horas de buscas e aproximadamente 20 km de caminhada, uma das equipes chegou perto do buraco. "Mandaram ele bater palma, gritar, e os bombeiros ouviram ele", conta Silvano. Segundo o cunhado, já eram aproximadamente 3h da madrugada.

"Saiu assustado. Mas o tempo todo eu fiquei acalmando ele, dizia que enquanto não achasse, ninguém ia embora."
A queda aconteceu entre as estações Fátima e Canoas.

Conforme a Trensurb, a abertura em que Alderi caiu trata-se de um dreno que está presente em toda a extensão da via metroviária, para evitar alagamentos. O acesso de pessoas não autorizadas é proibido, já que a área é de risco.

"Ele está bem, graça a Deus. Não quebrou nada, só teve escoriações", finaliza Silvano, aliviado após o susto.

 

Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

G1 RS


  • Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação



Buscar
Categorias
Arquivos

Vamos fazer o top 10? Vote nas suas músicas preferidas!